Publicado em 14.11.2018 - Parceria Escola-Família - Sem comentários

O impulso de ajudarmos uns aos outros em momentos difíceis não é nada novo. Conhecemos histórias fantásticas de pessoas que se desdobram para salvar a vida, na maioria das vezes, de pessoas que nunca viu.

Em casos extremos, a solidariedade atua como mecanismo de preservação da espécie e canaliza nosso afeto às pessoas. Podemos chamar de empatia, de caridade, amor ao próximo: talvez seja um pouco de tudo. O que é fato, e quem é solidário sabe, é a imensa sensação de prazer e bem-estar que dedicar um tempo em benefício do outro proporciona. Essa solidariedade pode vir de várias formas: seja no impulso provocado por uma tragédia, seja em forma de trabalho voluntário ou até mesmo no dia a dia no trato com as pessoas. E isso desperta as mais nobres aspirações da humanidade: a procura da paz, da liberdade, de oportunidades, da segurança e justiça.

Quem recebe um ato solidário conquista benefícios, é claro. Mas quem oferta momentos de afago, carinho e doação aos outros, ganha ainda mais. Pesquisas indicam que trabalhos voluntários altruístas estimulam a alegria, aliviam as tristezas e aumentam a imunidade, evitando doenças. Pessoas que se sentem solidárias expressam mais satisfação pela vida e desenvolvem maior capacidade em lidar com as dificuldades. Em geral, podem se sentir mais felizes e encontram sentido às ações e atitudes.

Altruísmo e solidariedade são valores morais socialmente constituídos e vistos como virtudes pelas pessoas. Não se deve esquecer, contudo, o potencial transformador que essas atitudes representam para o crescimento interior ao favorecer a ampliação do nosso olhar para o mundo.

A ajuda desinteressada também reflete na identidade pessoal e social, aumenta a auto- estima e introduz sentido às nossas competências. Recompensa-nos com o prazer de contribuir para a felicidade de nossos semelhantes e nos dá o prazer de participar do funcionamento e da melhoria da sociedade, sejamos crianças, jovens, adultos ou idosos.

Percebemos que somos um conjunto de seres pequeninos unidos em prol de algo maior e que a nossa realidade não é a pior, a mais cruel, nossos problemas não são tão desoladores e que somos capazes de sermos mais: de sermos melhores.

Uma forma de repassar essa herança de solidariedade e generosidade às crianças é, principalmente, servindo de exemplo para elas. Em nossa escola, por exemplo, ao longo do ano, são realizadas algumas campanhas e ações solidárias: Páscoa Solidária, Dia do Bem, Ações Sociais do Projeto Mobiliza com visitas solidárias, doação de brinquedos no Natal… O que se percebe é que tais iniciativas estimulam, tanto na criança como no jovem, a consciência da importância de ajudar o seu próximo, além de propagar ensinamentos essenciais na construção de noções como a de coletividade e de amor. Seguem abaixo algumas dicas simples e importantes de como ajudar o próximo em nosso cotidiano e que servem de exemplos para estimular as crianças e jovens:

 

  • Ensine. Reserve uma parte do seu tempo livre para ajudar alguém como: ensinar um familiar a utilizar o e-mail, o seu filho a andar de bicicleta, um colega de trabalho a tirar melhor proveito sobre um projeto etc.
  • Seja um bom amigo. Por vezes, uma pessoa que está triste, deprimida ou zangada, precisa apenas de um ouvido amigo. Deixar essa pessoa conversar e “descarregar” frustrações, pode ser um gesto inesquecível e uma ajuda muito importante.
  • Faça um donativo. Existem milhares de instituições que precisam, diariamente, de donativos, grandes ou pequenos.
  • Ame. Não há nada mais poderoso e reconfortante no mundo do que o amor, especialmente quando é genuinamente dirigido à outra pessoa em forma de simpatia, carinho, sorriso, abraço, beijo ou tempo de qualidade. Exprimir o seu amor ao próximo é muito mais importante do que pode-se imaginar.

 

“Se quer que os outros sejam felizes, pratique a compaixão.

Se quiser ser feliz, pratique a compaixão.” – Dalai Lama

Texto adaptado pelo Serviço de Orientação Psicopedagógico (SOP) Disponível em: http://estadozen.com.br